Menu Fechar

quimioterapia branca e vermelha cancro da mama | qual a pior? | 7 dúvidas

Não sabia o que dizer quando me perguntavam  se estava na quimioterapia vermelha ou na branca. 

Isto porque, eu sabia que faria um primeiro ciclo de 4 sessões, e depois um outro ciclo, também este composto por 4 sessões. Mas só sabia o efeito principal de cada uma. Primeiro cansaço e no segundo nauseas. 

Mas dado este ser um assunto tão recorrente entre pessoas a fazer quimioterapia, que pedi a uma amiga para me explicar.

Quimioterapia branca e vermelha

Assim, as quimioterapias mais usuais para o cancro da mama são as designadas quimioterapia vermelha e quimioterapia branca.

Quimioterapia cancro mama
saco de quimioterapia vermelha

E porque quimioterapia vermelha ou branca?

Porque conseguimos ver os sacos da quimioterapia que nos é administrada e uma é de facto avermelhada. E um outra é tipo transparente, sendo a branca.

Quimioterapia vermelha e branca qual a diferença

Mas a grande diferença entre estes dois tipos de quimioterapia prende-se com o grupo de medicamentos administrados.

Assim como a duração, pois a quimioterapia branca é a que demora mais tempo. A vermelha, no meu caso, não foi super rápida. Mas enquanto que o primeiro ciclo estava na sala cerca de 3/4 horas. No segundo ciclo seria mais entre 2h30/3h.

Quimioterapia branca

Grupo Taxanos [Paclitaxel ou Docetaxel]

Utilizados em cancro da mama mas também no cancro do pulmão.

Em que o grande efeito é a diminuição da nossa imunidade e cansaço.

Quimioterapia vermelha

Grupo Antraciclinas [Doxorrubicina ou Epirrubicina]

Utilizada para diferentes tipos de cancro, tais como mama, cancro ovários, leucemia aguda

Efeito mais sentido náuseas. Sendo também a mais tóxica para o coração

Como é que posso saber o meu caso?

Ao pedir o relatório médico para obter o atestado médico de incapacidade temporária, junto do seu oncologista, constará nesse documento o devido protocolo de quimioterapia

No meu caso aparecia:

  • Primeiro ciclo de quimioterapia: docetaxel/carboplatino
  • Segundo ciclo: doxorubicina/ciclofosfamida 

Quimioterapia efeitos

*Quimioterapia branca

No primeiro ciclo o principal foi mesmo cansaço. Completa falta de energia.  

Mas também lidei com a abrupta queda dos glóbulos brancos, ou seja, a minha imunidade estava muito baixa.

Assim como, ocorreu a queda de cabelo.

Quando e como cai o cabelo após a primeira quimioterapia?

Mas pelo que tenho falado com outras pessoas, neste ciclo é também muito comum dores articulares. Ou ainda diarreira

*Quimioterapia vermelha

Já neste segundo ciclo, as náuseas foram muitas. 

Porém, lidei com outros efeitos como aftas na boca (e como utilizava gengibre para não ter tantos enjoos agrava esta situação).

Mas também diminuição dos glóbulos vermelhos, dos glóbulos brancos e das plaquetas sanguineas

Quimioterapia vermelha é a pior?

Para mim foi a pior, sem dúvida. Mas acredito que tal deveu-se ao facto de eu ser muito dada, desde sempre, a enjoos e vomitos.

Como indicam muitas vezes, a quimioterapia piora as nossas sequelas. E, por tal, depende de corpo para corpo. 

Curiosamente quando ia iniciar a primeira administração deste tipo de quimioterapia a minha oncologista acalmou-me referindo que geralmente as pessoas davam-se melhor com este ciclo.

Enquanto que no primeiro ciclo eu sentia ter poder no meu corpo. Se estava cansada, descansava. Nos dias anteriores à quimioterapia repousava por completo para a ajudar o meu sistema imunitário.

Este segundo ciclo não senti tanto controlo.

Por exemplo, na primeira quimio da quimioterapia vermelha só senti os enjoos quando já estava em casa, isto é, várias horas após a sua administração.

Enquanto que na ultima, ainda não tinha terminado o saco e já estava enjoada.

Neste segundo ciclo, tive também vomitos. Tentava controlar, até para manter os medicamentos que tomava nesses dias. Mas quando abordei esta questão com a minha oncologista foi-me receitado o Priberam para me ajudar.

O “ponto positivo” desta quimioterapia é o de que estas sensações duravam 2/3 dias (longos dias, sem dúvida) após a toma da quimioterapia. 

Mas ressalvava e focava-me que eram 2/3 dias, e os restantes 18/19 dias, estava bem. Em que, sentia-me bastante melhor em termos físicos do que no primeiro ciclo.

Quanto às nauseas descobri também que ajudava-me distrair. E conduzir ajudava-me imenso (parecia que nestes momentos as nauseas estavam em stand-by). 

Primeira quimioterapia de cada ciclo

Assim, se a quimioterapia vermelha é a pior vai depender de pessoa para pessoa.

Mas, considero que a pior quimioterapia é a primeira de cada ciclo, pois é nesta altura que entendemos qual é a nossa reação. E, depois, vamos entendendo que aquela situação tem um fim

Queda das sobrancelhas

Mas um outro motivo para não gostar deste ciclo foi a queda das sobrancelhas.

Isto porque, até me “habituei a andar careca“. Em casa era como andava. Quando ia passear para algum sitio desconhecido “gostava” da sensação de liberdade e não ter que andar com um gorro, ou uma peruca.

No entanto, quando cairam as sobrancelhas, rapidamente em 2/3 dias, a sensação foi algo impactante. Aqui é que temos mesmo uma “cara de quimioterapia”.

Eu utilizo óculos, e comprei uns muito grandes, pois tinha receio desta situação. Mas de facto, é importante também sabermos como vamos lidar com isto (óculos grandes, pintar sobrancelhas com lápis?).

 

Pontos em comum da quimioterapia vermelha e branca

Dias de repouso quimioterapia

Nestes dois tipos de quimioterapia o intervalo entre sessões foi o mesmo. Ou seja, comecei pela quimioterapia branca a cada 21 dias, de 3 em 3 semanas, por 4 sessões.

Tal como a quimioterapia vermelha.

Dificuldade em adormecer | Insónias

Nos dois ciclos tive muita dificuldade em adormecer, ou dormir várias horas. Sendo um efeito da quimioterapia

Contudo, há que notar que outros fatores podem também influenciar, nomeadamente bebermos muita água pouco tempo antes de ir para a cama (vamos ter que acordar para ir ao quarto de banho) ou se for colocada em menopausa química (zoladex), em que a insônia é um efeito secundário. 

conclusão | quimioterapia branca e vermelha

  • para mim, a quimioterapia vermelha foi a pior, pois os efeitos não eram tão controlados
  • todavia, encontrei formas de lidar com estes efeitos da quimioterapia que me permitiram viver este tratamento minimamente bem
  • tem alguma questão sobre quimioterapia? coloque nos comentários ou envie-me um email 
Posted in cancro da mama, Quimioterapia

2 Comments

  1. Anabela Jesus

    Eu posso dizer que detestei as duas quimioterapias?
    Estou agora à espera da cirurgia e não conseguia encontrar nada até que encontrei este blog. Obrigada pela partilha de informação.

    • maisumahistoria

      Olá Anabela,
      E como este tempo de espera pode ser desesperante.
      Não sabermos quando vão chamar (e com que antecedência).
      Mas pronto, uma etapa está cumprida. Sinta-se orgulhosa por tal =)
      Força!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.