Menu Fechar

Esvaziamento axilar exercícios | dores | tempo de recuperação

Esvaziamento axilar é um procedimento cirúrgico que pode causar complicações/sequelas, nomeadamente dor e perda de mobilidade.

Esvaziamento axilar recuperação 

Todavia, hoje em dia, está provado que a prática de exercícios específicos auxiliam.

Deste modo, procurei, até antes de ser operada informar-me que exercícios poderia mais tarde realizar. Porém, só realizei os mesmos aquando autorização médica ou da equipa de enfermagem.

Esvaziamento axilar exercicios

Antes de retirar os pontos – exercícios passivos

. Abrir e fechar os dedos da mão do braço operado; podendo utilizar uma bola anti-stress;

abrir e fechar a mão exercicio

. Conhecem a saudação vulcana do filme “Star Trek”? Pois bem, este exercício é também importante nesta fase; ou seja, devemos esticar o braço e tentar abrir a mão e separar os dedos;

. Dobrar e estender o cotovelo

Estes exercícios podem parecer muito simples, mas são essenciais para promover o fluxo sanguíneo, além de que, como ainda temos os pontos, é necessário que não sejam muito ativos.

Importante: todos os exercícios devem ser iniciados de uma forma suave e lenta sem provocar dor.

Exercícios após retirar os pontos cirúrgicos

Ao início sentia que o braço estava muito “preso” mas com a continuação fui sentindo cada vez melhor e recuperando a mobilidade no braço e, principalmente, a dor “cordão” foi sendo apaziguada.

  • Abrir e fechar os cotovelos: até porque sabia que teria que ter os braços levantados para cima durante a radioterapia, e não sabia quando me chamariam para este tratamento, realizei algumas vezes por dia, que consiste em entrelaçar as mãos atrás da cabeça e seguidamente abrir e fechar os braços;
  • Arrastar os braços na parede: colocar as mãos numa parede e arrastar o braço na parede até subir acima da cabeça.

Antes de realizar estes exercícios falava com a enfermeira sobre estes exercícios.

exercicios após esvaziamento axilar | exercicios para braços

Na última consulta de enfermagem, que decorreu 2 semanas após ter sido operada, foi-me dado um panfleto com os seguintes exercícios:

(Imagens retiradas desse panfleto dado pela equipa de enfermagem Hospital São João)

Elevar o braço

Alcançar o meio das costas e movimentar a mão para cima e para baixo

elevar o braço; alcançar o meio das costas

Alcançar as costas

Elevar um rolo

Elevar um rolo; Alcançar as costas

Apertar uma bola anti-stress (ou semelhante)

Colocar uma corda por cima de uma porta

Colocar uma corda por cima de uma porta; apertar uma bolinha

Elevar e baixar os ombros

Alcançar a orelha oposta

Elevar e baixar os ombros; Alcançar a orelha oposta

Movimentos da cabeça (Inclinar para frente e para trás; para a direita e para a esquerda)

movimentos exercicios à cabeça

Deste conjunto de exercícios, o exercicio que tive mais dor foi o elevar e baixar os ombros. Mas a situação melhorou passados alguns dias.

Exercícios repetições

Por indicação da enfermeira, realizava cada sequencia 10 vezes, passando a um outro, sem ordem específica. 

A prática destes exercícios ajudou-me, de facto, a recuperar a mobilidade e a força no braço. Mas também na diminuição da dor no braço.

Artigo: Impacto ao ver a mama a primeira vez

Mais tarde, tive a possibilidade de abordar a questão de esvaziamento axilar com uma amiga fisioterapeuta que recomendou-me mais alguns exercícios. Até porque, iniciaria brevemente a radioterapia, o que poderia provocar alguma dificuldade na mobilidade do braço. Porém e com a continuação destes exercícios, esta situação poderia ser reversível.

Exercicios mastectomia
Artigo de Fisioterapia – A IMPORTÂNCIA DA ORIENTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS DOMICILIAR PARA MULHERES MASTECTOMIZADAS COM LINFEDEMA

Esvaziamento axilar dor 

Tem-se dores após o esvaziamento axilar? Sim, temos. E são ainda significativas. Com o passar do tempo vai melhorando. Sendo ainda algum tempo, infelizmente. Assim, inicialmente, deve-se realizar estes exercícios para o braço sem provocar dor (ou mais dor, pois dores já estamos nós a sentir).

Mas após a retirada dos pontos, e com autorização médica ou da equipa de enfermagem, devemos realizar os exercícios indicados, de modo lento e suave e aos poucos ir realizando mais sequências.

(Eu quero acreditar que todos os institutos de saúde possuem pelo menos um panfleto com esta informação, mas se tal não for assim, porque não imprime os exercícios atrás descritos e questione os profissionais de saúde que a acompanham relativamente aos exercícios que pode realizar?). 

Esvaziamento axilar radioterapia

Se, felizmente, começar a sentir a recuperar a sua mobilidade e está a chegar a radioterapia, motive-se com os bons resultados e mantenha a prática destes exercícios. Isto porque, durante a radioterapia, especialmente se tiver que realizar muitas sessões (meu caso foram 30), voltará a perder ou ter muita dificuldade na mobilidade do braço

Mas então se vou ter dificuldade no braço durante a radioterapia vale todo o esforço nas semanas anteriores?

Sim, vale. Eu só comecei a sentir novamente as dificuldades no braço já com muitas sessões de radioterapia. O que foi muito positivo.

Nas sessões de radioterapia temos que estar com os braços para cima. Por tal, se não estivermos com uma boa mobilidade esta posição será algo desconfortavel. Dificultando assim este tratamento. 

E resultados? | tempo de recuperação | antes e depois

Começo este ponto por referir que isto será mesmo uma dor de cabeça. Há dias que estamos tão cansadas e desperançadas e só sentimos mais dor no braço e dificuldades a move-lo, que só nos apetece desistir. Ok, desistir uma vez não trará mal ao mundo, mas no dia seguinte não desista, pois mais cedo ou mais tarde os resultados compensarão e muito todo o esforço

Inicialmente, depois da cirurgia mama, tinha mesmo dificuldade em levantar um pouco o braço. Fiquei pouco esperançada que a situação se alterasse. Mas alterou.

Com a realização dos exercícios braços, nas semanas seguintes as melhoras foram notórias. Assim, quando iniciei a radioterapia (2 meses depois de ser operada), o braço estava mesmo muito bem. 

Já durante este último tratamento oncológico, senti a perder mobilidade no braço. Mas continuei a insistir com a prática destes exercícios de fisioterapia, quer durante a radioterapia, quer nas semanas seguintes. E, aos poucos, fui sentindo novamente melhoras, e com isto minimizar as sequelas do esvaziamento axilar

De facto, estava mesmo com muito receio desta questão, pois sei o quanto condicionou a vida de algumas pessoas que conheço. Mas, felizmente, a minha história é outra. É claro que quando me desleixo algum tempo, ou realizo algum esforço que não devia, no dia a seguir o braço vai recordar-me desta questão. Mas mesmo assim quero passar uma mensagem positiva e mencionar que fiz esvaziamento axilar e vivo bem

E até quando tenho que realizar estes exercícios para o braço?

Assumo que não realizo estes exercícios com uma frequência fixa. Já não. Mas tento realizar este conjunto de exercícios (que demora cerca de 15 minutos) durante 1 ou 2 vezes por semana.

Por vezes realizo estes exercícios enquanto estou a ver um filme ou uma série. Ou quando coloquei pomada no peito e estou a aguardar que seque

E ter sempre a atenção de ir “escutando o corpo“. Isto é, se acordo ou durante o dia vou sentindo um mal estar no braço realizo os exercícios e redobro os cuidados a ter. 

Medicina física e de reabilitação | Centro Hospitalar São João

Mas se então o esvaziamento axilar é um procedimento que pode condicionar e muito a vida após o cancro. E se há formas de atenuar as consequências do esvaziamento axilar não é importante, essencial ou pertinente uma consulta de reabilitação antes ou muito próxima da cirurgia? Para mim, sim. Para todas as pessoas que lidam com esta questão julgo também que sim. Até porque, na consulta de preparação da cirurgia foi indicado que teria esta consulta de reabilitação uns tempos a seguir à cirurgia.

Mas, infelizmente, após 7 meses, ainda não tive qualquer consulta neste sentido

Conclusão | esvaziamento axilar exercícios

  • esvaziamento axilar é uma questão que pode condicionar (e muito) a nossa vida. e existindo medidas, dentro das quais cuidados e exercícios de reabilitação, para minimizar as consequências do esvaziamento axilar é de todo pertinente explorar ao máximo este assunto.
  • até porque, no geral, obtive resultados muito positivos. e, por tal, valeu a pena todo o esforço. 
  • discuta este tema com os profissionais de saúde ( a sua enfermeira de cirurgia, seu médico oncologista…). além de que, como abordei num outro post, pode sempre tentar ter fisioterapia neste âmbito. 
Posted in cirurgia, esvaziamento axilar, recuperação

2 Comments

  1. Alice

    Falei com uma amiga que é fisioterapeuta e ela também ficou admiradíssima por não termos exercícios todos os dias com uma enfermeira ou fisioterapeuta, dado estes exercícios influenciarem tanto a nossa recuperação. E, depois, a nossa vida.
    Ainda bem que falou nesta questão.

    • maisumahistoria

      Olá Alice,
      Concordo em pleno. Fala-se dos exercicios, mas penso que não o suficiente.
      Lembro-me perfeitamente de como senti o braço afectado depois da cirurgia. Mas hoje em dia (felizmente) as dores são bastante raras.
      Vale mesmo a pena apostar nos exercicios de reabilitação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.