Menu Fechar

Internamento – cirurgia à mama

Apesar de já ter uma ideia do número de dias de internamento, que a cirurgia à mama ia requerer, estava bastante ansiosa para conhecer a data.

Com quanto tempo se conhece o dia da cirurgia?

A partir do dia em que fui avisada (com 6 dias de antecedência), consegui organizar toda a minha vida, e de facto, no dia da cirurgia estava calma.

Entrada no hospital | 8h da manhã

Ao telefone é indicado as horas e local onde devemos comparecer, bem como as horas em que devemos comer/beber pela última vez.

No meu caso devia dirigir-me ao piso 5 “Doenças da mulher”. Contudo, tive que esperar algum tempo até um médico chegar e fazer-me um questionário sobre a minha situação, assim como medicamentos que estava a tomar.

Após este inquérito regressei à sala de espera e mais tarde, eu e outra senhora fomos encaminhadas para o piso 6, local onde fui internada.

Assim, foi-me indicado, pelo enfermeiro de internamento, o quarto e respetiva cama e foi-me pedido para tomar banho (utilizando a esponja de desinfeção) e vestir uma roupa de hospital. A seguir comecei a tomar soro.

(Se usar qualquer prótese é necessário informar o enfermeiro(a) de internamento, pois poderá ser necessário retirar).

Quando é que vamos ser operadas?

Fui também informada que a cirurgia ocorreria da parte de tarde. Contudo, outras doentes que entraram um pouco mais tarde (por volta das 10h) seriam operadas apenas no dia seguinte.

Além de que, apercebi-me durante o internamento que se as cirurgias demorarem algum tempo, a última pode passar para o dia seguinte, mesmo que estivesse marcada para esse dia. Ou seja, não há certezas de que seremos operadas no dia em que somos internadas.

Acompanhante/ Horário das visitas Hospital de São João

Quando cheguei ao hospital fui com o meu namorado. De facto, vi uma senhora que foi sozinha. Penso que nestas situações, e até de modo a livrar-nos de pensamentos que em nada vão contribuir para este dia, a companhia dos nossos familiares ou amigos é essencial.

Entretanto, e porque já passava das 10 horas a minha mãe, que queria também estar comigo neste dia, foi requisitar os 2 cartões possíveis de visita por cada paciente. Para esta requisição é necessário apresentar comprovada identificação, junto do Atrium Hospitalidade no piso 1.

As visitas decorrem das 11h às 21h (desde que entre até às 20h). Sendo possível estarem 2 visitas em simultâneo.

Não são permitidas crianças (pois o ambiente pode não ser seguro para elas); mas se de facto quiser a visita de uma criança (idade superior a 3anos) poderá abordar esta questão com a equipa de enfermagem.

Ir para a cirurgia

A seguir à hora de almoço chamaram-me para ir para a sala de cirurgia e, assim que saísse a senhora anterior, entrava. Contudo, entrei mais tarde, pois a cirurgia anterior demorou um pouco mais do que se previa. O médico teve o cuidado de vir ter comigo e explicar-me o que aconteceu, mas de facto, nestes momentos, não pode haver pressas. Quando fosse eu operada, queria que tivessem o maior cuidado e cada profissional desse o seu melhor, e não estar pressionado com o tempo.

Como aguentar a espera até se ser operada?

Penso que foi essencial ter tido organizado como pretendia. Por vezes temos pensamentos do que ficou por fazer ou querer fazer. Mas de facto neste dia queria estar completamente fora da minha rotina, e apenas preocupar-me em estar bem, e o meu corpo recetivo a tudo o que ia acontecer.

Assim, no período de espera no lado de fora da sala de cirurgia (que foi cerca de 2h, e em que estava sozinha) apliquei técnicas de respiração e meditação, que acredito que foram essenciais, quer para passar o tempo, quer para estar tão calma neste momento.

Recobro cirurgia

Até que a hora da cirurgia acabou por chegar. Geralmente a cirurgia conservadora à mama demora por volta de 2h. E de seguida, vamos para a sala de recobro.

Nota: Quando um doente chega à sala de recobro, a meu ver, os familiares deviam ser imediatamente informados. Entendo que os profissionais de saúde devem estar focados no paciente, e no seu estado de saúde; mas penso que aqui poderia ser criado um outro posto profissional para esta tarefa, pois estas horas são impossíveis para os familiares. 

Na sala de recobro ainda estamos algum tempo (estive cerca de 1h), de modo às enfermeiras terem a certeza que estava tudo bem comigo.

Ala de internamento

De seguida, os profissionais (enfermeiros ou auxiliares) do piso de internamento vão-nos buscar e regressamos ao nosso quarto.

Em que deixaram-me estar com o meu namorado e a minha mãe, apesar da hora do fim das visitas estar a aproximar-se.

Fonte imagem: Hospital São João

Como me senti após a operação à mama?

Já tive outras operações cirúrgicas, e de facto acordei bem e até bastante melhor do que julgava.

É claro que sentimos algo, principalmente na mama e na axila, mas é uma dor bastante aceitável. Até porque ainda estamos sobre o efeito da anestesia.

Foi-me indicado que nas 6 horas seguintes não poderia levantar-me da cama. Só o poderia fazer no dia seguinte e com a ajuda de uma enfermeira.

Dormir para uma rápida recuperação

Todavia, apesar de sentir-me razoavelmente bem, tive alguma dificuldade em dormir, tendo acordado por diversas vezes. Assim, tentei abstrair-me do contexto (não estar na minha casa; não ser possível levantar-me; ter outras doentes com dores) e tentar passar o tempo da melhor forma possível (a visualizar as minhas series favoritas no telemóvel, através da aplicação da Netflix). 

Na manhã seguinte, pedi ajuda para ir ao quarto de banho, mas aqui é ter em atenção que antes de fazer o Levante, é essencial vestirmos primeiro o soutien pós-cirúrgico. No meu caso foi uma auxiliar que me ajudou, e só mais tarde é que a enfermeira mencionou este cuidado.

Artigo: Soutien de suporte essencial para cirurgia

Partilhar o quarto 

Cirurgia Hospital de São João Porto

Apercebi-me que aquela ala era de facto só mulheres, mas tal não significava que todas estavam a passar por cancro da mama.

Contudo, a senhora que ficou ao meu lado estava também com esta situação; em que tinha realizado mastectomia, da mama direita, e em simultâneo a sua reconstrução (com massa da barriga).

Esta senhora explicou-me que tinha perdido qualquer sensibilidade na mama. Nestes casos a mama fica com pouca ou nenhuma sensibilidade. Mulheres que mais tarde optam por tatuar o mamilo podem nem necessitar de ser administrada anestesia.

Apesar de não terem sido muitos dias, fiquei com alguma angústia pela situação da senhora, pois tinha uma filha pequena e a paciente não estava a conseguir imaginar como iria lidar com isso. Até porque ainda teria que ficar mais alguns dias internada.

Além de que foram muitas as visitas dessa senhora que salientaram este ponto, pois o marido não estava a conseguir desempenhar as mesmas. Infelizmente, ainda é bastante notório como tantas tarefas ainda são realizadas maioritariamente pelas mulheres.

Equipa médica e enfermagem

No dia a seguir à operação a médica gostou do meu estado, todavia não me deu alta nesse dia, pois a mama estava bastante inchada e queria que fosse pondo gelo para ver se apresentava algumas melhoras.

Relativamente aos medicamentos, apesar de no primeiro dia não tomar o Tamoxifeno (período que devia estar em jejum), nos restantes dias a equipa de enfermagem deu-me os medicamentos às horas corretas.

Quando já me era possível tomar banho, a equipa de enfermagem ou auxiliares questionaram-me se necessitava de ajuda, mas preferi tomar banho sozinha. Contudo, neste momento há que ter paciência e fazer todos os movimentos com calma, pois as dores e condicionamento do braço são desde logo notórias.

Artigo: Esvaziamento axilar – cuidados permanentes

Alta hospitalar | Não esquecer de ir ao Centro da Mama

A médica viu-me e considerou estar bastante melhor e por tal ser possivel ter alta médica. Contudo, necessitaria de aguardar os respetivos documentos da parte médica, bem como da enfermagem.

Assim, pedi para ir primeiro ao Centro da Mama e depois regressei ao piso 6. No Centro da Mama foram vistas as feridas, tendo sido dadas indicações e os cuidados que devia ter mas também marcar o próximo tratamento.

Artigo: Cuidados pós-cirúrgicos

Documentos

Foi-me entregue dois exemplares da carta de alta (uma para mim, outra para entregar no meu Centro de Saúde).

É de salientar que nessa carta possivelmente constará a data da próxima consulta (no meu caso, passados 15 dias). Nesta carta, são abordados também os cuidados pós-cirúrgicos.

Se necessário poderá pedir o Certificado de incapacidade temporária (baixa) ou atestado médico, bem como a Declaração de internamento.

Antes de abandonar o hospital

É recomendado verificar se possui todos os documentos necessários (receitas; requisições devidamente carimbadas). Mas também solicitar a sua medicação (entregue à equipa de enfermagem), assim como esclarecer todas as suas dúvidas.

Posted in cancro da mama, cirurgia, condições, esvaziamento axilar, internamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.