Menu Fechar

20 perguntas e respostas sobre radioterapia

Antes de iniciar a radioterapia, mas também durante tentei pesquisar algumas questões para me preparar. 

Assim, abaixo respondo às minhas questões. Mas também dúvidas recebidas por email. 

Questões mais colocadas sobre radioterapia

1. a radioterapia dói?

Acho que é das primeiras questões que nos surgem. Assim, a radioterapia, propriamente não dói, nem se vê. O que acontece é que provoca efeitos secundários, principalmente na pele.

Mas existem na radioterapia cuidados a ter para minimizar estes efeitos. Dentro dos quais: andar com roupa solta, de algodão, e virada do avesso; evitar qualquer fonte de calor nesta zona (exemplo: banho); não apanhar sol; utilizar creme indicado para as queimaduras, entre outras. 

Artigo: Como lidar com os efeitos secundários da radioterapia

2. Radioterapia quanto tempo após cirurgia?

Iniciei a radioterapia 2 meses após a realização da cirurgia à mama

É possível a realizar-se radioterapia depois da cirurgia, o meu caso. Mas também há quem faça radioterapia depois da quimioterapia, como foi a minha mãe. Em que também aguardou cerca de 8 semanas

Caso esta data esteja próxima pode dirigir-se à receção do serviço de radioterapia no Hospital São João, no sentido de conhecer a sua situação. 

3. Como é a primeira radioterapia?

Ouve-se alguns barulhos da máquina, que é próprio do seu funcionamento. Apesar de estarmos sozinhos na sala, estamos a ser vigiados pelos técnicos, pois existe uma camara, que se encontra mesmo à nossa frente.

Posição na maca

De seguida, as técnicas ajudam-nos a perceber como devemos deitar nas futuras sessões. Sendo muito importante tentar não mexer, de modo a que, a área que recebe radiação seja apenas a pretendida. 

No meu caso, deitava-me um pouco mais para a esquerda, e ficava com os 2 braços levantados, mas em que o braço esquerdo era um pouco mais puxado que o direito. 

4. como é feita a radioterapia na mama?

A máquina que é um pouco semelhante a uma máquina de TAC, tem um braço e esse anda à volta do nosso corpo, enquanto estamos deitadas

Assim, apenas temos que estar o máximo sossegadas para que a radiação ionizante seja aplicada nos locais desejados. 

Abaixo partilho imagem de um aparelho de tratamento, que se encontra num livro que foi-me dado pelo Serviço de Radioterapia do Hospital de São João. 

radioterapia aparelho

5. E como é a dinâmica diária para realizar radioterapia?

Estacionamento Hospital São João

Estando a realizar radioterapia, e dado ter pedido a devida credencial junto da receção de radioterapia, era-me permitido estacionar no Hospital de São João (ver aqui).

Para tal apenas tinha que mostrar ao segurança o devido documento (que se encontrava no tablier do lado do passageiro). Este parque situa-se ao lado do parque do Hotel Ibis

Receção do Serviço de Radioterapia

De seguida, devemos ir à receção do serviço de radioterapia, mostrando a nossa caderneta, de modo a notificar a nossa presença.

Devemos depois aguardar, na mesma sala de espera referente ao Secretariado de Oncologia, que nos chamem (através das colunas). 

Vestiário de Radioterapia

No primeiro dia é-nos dada uma bata que trazemos para casa e que devemos levar para as sessões seguintes. 

Assim, vamos ao vestiário despirmo-nos (no meu caso, radioterapia a mama, apenas a parte de cima), e vestia a bata, enquanto aguardava que o outro paciente terminasse a sua sessão. 

como é realizada a radioterapia

Entramos na sala, que é ainda bastante grande, as técnicas colocam o aparelho de acordo com a nossa situação (tipo umas coordenadas). Aqui retiramos a bata, isto é, no aparelho ficava nua na parte de cima.

De seguida deitamo-nos na maca, em que são as técnicas que nos enquadram na posição adequada. Depois não nos podemos mexer durante o tratamento de radioterapia

6. Radioterapia quantas sessões? E são sempre iguais?

No meu caso foram 30 sessões. Mas a minha mãe realizou 25 sessões. Enquanto que encontrei algumas senhoras a realizar na mesma altura que eu realizei e uma apenas realizaria 15 e outra 20. Isto é, cada caso é único e personalizado o número de sessões.

25 sessões de tratamento de radioterapia

A primeira radioterapia pode levar mais uns minutos para as técnicas compreenderem qual a posição. Mas com a continuação começamos a perceber o melhor modo que nos devemos deitar na maca do aparelho. Na minha situação, tinha que me deitar mais para o lado esquerdo. 

Além de que, com o tempo fui entendendo a dinâmica das posições do aparelho e com isso tinha uma noção se o tratamento ia a meio ou se estava quase a terminar. 

No meu caso, em que realizei 30 sessões, fiquei com a ideia que foi sempre igual até à 25.ª sessão. Isto porque, as posições da máquina foram sempre as mesmas. Assim como, as indicações iniciais. 

Todavia, uma vez por semana, sentia algumas diferenças. Ao questionar as técnicas estas explicaram-me que, semanalmente, é retirada uma fotografia (como ponto de situação). Apercebemos-nos desta questão pois do lado contrário da posição do aparelho de radioterapia, aparece uma chapa (semelhante ao raio-x). 

5 últimos tratamentos de radioterapia

Já na última semana, o tratamento foi bastante diferente. Isto porque, enquanto que nas primeiras 25 sessões foi abrangida uma área bastante abrangente. Já na última semana o foco de tratamento é o local onde residia o tumor maligno. Assim, o tempo destas sessões foi ligeiramente inferior. Mas foi também a semana que senti mais efeitos na pele. 

7. radioterapia tempo de duração?

Em casos de cancro da mama demora entre 10 a 15 minutos. Ou seja, a sessão em si é bastante rápida.

Demoramos muito tempo, pois é toda a dinâmica, associada à longa espera.  

8. Quando começar a colocar pomada para a radioterapia? 

Se pensar bem, comecei a hidratar esta zona desde a cirurgia, através da massagem terapêutica, com a utilização do Cicalfate, que é um agente super regenerador e reparador.

Biafine pomada radioterapia

Mas, é benéfico colocar a pomada que lhe foi recomendada, no meu caso Biafine, com alguns dias de antecedência da 1.ª sessão, de forma criar uma proteção na pele.

Até ao inicio deste tratamento oncológico é possível continuarmos com as massagens terapêuticas (especialmente se a etapa anterior foi cirurgia à mama), com este creme. Mas a partir desse momento a pomada deve ser colocada de um modo suave, sem fricção

Aloe vera | babosa para queimadura de radioterapia

Pesquisando pela Internet há um mar de informação sobre pomadas recomendadas para a radioterapia. Assim como, constatações que de nada servem estas pomadas.

A minha opinião pessoal é que estes cremes auxiliam, quanto não seja, ajudam a hidratar a pele. Desta forma, a pele não terá tanta tendência de “estalar”. Como referi no post de radioterapia – efeitos secundários, ao fim de semana intercalava o Biafine com o gel babosa (aloe vera), que além de ser um ótimo hidratante, tem também ação nas queimaduras leves.

9. Quantas pomadas Biafine se gasta? 

No meu caso, em que realizei 30 sessões de radioterapia, gastei quase 9 pomadas Biafine

Assim, comecei a colocar esta pomada na semana anterior à realização deste tratamento. Nos dias de radioterapia colocava entre 3/4 vezes por dia. Além de que, continuei com este cuidado 3 semanas após o término da radioterapia. 

Pomadas biafine necessárias durante radioterapia

10. E consulta de radioterapia acompanhamento?

Geralmente a consulta de acompanhamento da radioterapia decorre semanalmente. Na minha situação, como estava tudo a correr bem, e o meu médico estaria de férias, apenas tive consulta na 2.ª e na 4.ª semana de tratamentos. E a partir daí comecei a ter consulta semanalmente. 

Ao contrário da quimioterapia, não foi necessário realizar análises.

Antes de iniciar o tratamento avisaram-me que não poderia realizar radioterapia com febre. Por este motivo julgava que antes de realizar o tratamento, as enfermeiras ou as técnicas tirariam-nos a febre, mas tal não acontece. Assim, caso se sinta febril, tire a temperatura em casa, e em caso de dúvida entre em contacto com o serviço de radioterapia

Ao contrário da 1.ª consulta de radioterapia, as restantes ocorrem de um modo bastante rápido. Em que os médicos procuram saber quais os nossos efeitos e como estamos a lidar com os mesmos. Mas também observar a zona que está a receber a radiação.

11. A radioterapia atrasa-se?

Muito… Das 30 sessões de radioterapia que tive, apenas em 3 cheguei à hora marcada e fui rapidamente chamada. Nas restantes atrasou-se sempre. Em cerca de 5 vezes a espera foi superior a uma hora, por isso há que ter alguma paciência.

Por esta razão comecei a levar livros ou a descarregar antecipadamente series/filmes na aplicação Netflix.

12. O horário das sessões é flexível? 

É necessário marcar uma hora, de modo a constituir uma lista de pacientes. Se todos mencionassem a hora que queriam apenas no dia anterior, seria absolutamente o caos. 

Pelo menos no serviço de radioterapia no Hospital São João somos chamados por esta lista. Ou seja, se chegarmos à nossa hora, mas estiverem presentes também outros pacientes, que tinha marcação a uma hora anterior, estes vão à sua frente. 

Todavia, as técnicas foram sempre muito flexíveis com os horários. Assim, em situações que necessitava de realizar a sessão mais cedo, elas atenderam sempre o meu pedido (também tentei nunca abusar, e só pedi esta alteração em 4 vezes). Num dos dias, foram as próprias técnicas que questionaram sobre a possibilidade de eu ir numa outra hora. 

Neste serviço existem praticamente dois turnos, o da manhã e o da tarde. Eu era da tarde, mas sempre que fui ao hospital de manhã, ia ao serviço de radioterapia saber se poderia realizar nessa altura. Claro que nos avisam que vamos ter que esperar um pouco. Mas isso acontece também já na nossa hora. E, assim, evitava mais deslocações ao hospital. 

13. Qual a melhor hora para fazer radioterapia? 

No hospital de São João, fui percebendo que a partir das 18h existiam menos pessoas que realizavam radioterapia. Então, acordei com as técnicas que alguns dias poderia vir mais tarde, sem ter tido qualquer problema. Mesmo nestes dias, foram muitas as vezes que tive que esperar.

14. Posso comer quando for para a radioterapia? 

Sim, sem qualquer problema. Por isso se tiver alguma vaga após o almoço e for uma hora conveniente para si, pode aceitar sem problema. 

15. Quais os efeitos secundários radioterapia cancro da mama?

Como já referi anteriormente, a pele começou a regenerar a partir da 2.ª semana. Na minha opinião, a um bom ritmo.

Artigo: Fotos Radioterapia Cancro da Mama

No entanto, há efeitos que podem permanecer por mais algum tempo, dentro dos quais a depressão e o cansaço. Desta forma, é fulcral realizar atividades para se manter ativa, mas ter em atenção atividades que promovam o bem-estar.

A meu ver, quando se termina a radioterapia parece que de um momento para o outro temos que voltar à nossa rotina anterior ao cancro. E tal não é possível. Isto porque, o corpo sofreu algumas agressões e necessita de tempo para se reabilitar. Para mim, e para enfrentar os dias menos bons, foi importante ter alguma compaixão para com o meu corpo. Ou seja, hoje não estou bem, então vou realizar apenas as tarefas prioritárias e vou tentar desfrutar de um bom livro, um passeio associado com uma boa conversa com amigos ou ver um filme. Ou uma outra atividade que adore. 

16. Radioterapia mama faz cair o cabelo?

Não. Radioterapia para cancro da mama não faz cair o cabelo. Todavia, após terminar este tratamento senti que o meu cabelo começou a crescer de um modo mais rápido (ver imagens).

17. Radioterapia tem alguma influência no esvaziamento axilar?

Caso tenha realizado esvaziamento axilar, e no sentido de evitar o efeito linfedema (inchaço no braço), é importante ponderar nas suas rotinas diárias, de forma a não realizar tarefas repetitivas ou que envolvam um grande esforço do braço operado, pelo menos, durante esta altura.

Assim como ter cuidado como nos levantamos quando estamos deitadas ou sentadas. Por exemplo, quando nos levantamos no aparelho da radioterapia fazer esforço com o braço não operado. 

Apesar de fazer os exercícios de reabilitação todos os dias, na última semana senti várias dores no braço, bem como condicionamento na mobilidade deste membro. Contudo, continuei com esta prática e, rapidamente, fui sentindo melhoras. 

18. Quanto tempo depois da radioterapia posso tomar sol?

Penso que esta é também uma questão bastante colocada. Assim, o meu médico radioterapeuta, na consulta de acompanhamento, que decorreu 6 semanas após o término deste tratamento, indicou-me já ser possível apanhar sol. 

Todavia, com determinados cuidados, nomeadamente: utilização de protetor solar 50 (sempre); e a primeira toma de sol ser moderada (máximo 1 hora). De modo a verificar se a pele reagiu positivamente ou negativamente. Caso não tenha qualquer problema, poderei alongar o período de exposição solar. 

19. A radioterapia é mais forte que a quimioterapia?

Esta é uma pergunta muito dificil de responder.

Lidar com a quimioterapia

Isto porque, o primeiro ciclo de quimioterapia em que o efeito mais relevante foi o cansaço consegui contornar através da programação das minhas atividades. Estando muito atenta ao meu corpo e descansar com muita regularidade e sempre que fosse necessário.

Já o segundo ciclo, em que o pior efeito foram os enjoos, foi mais complicado para mim. Mas mesmo assim sabia que seriam os primeiros três/ quatro dias. E que ficaria bem nos restantes dias, que eram mais que 2 semanas até ter uma nova sessão.

Radioterapia todos os dias é completamente esgotante

A radioterapia apesar de não ter dado estes efeitos físicos tão imediatos acabou por revelar-se algo desafiante. Em primeiro lugar, o facto de ter que ir todos os dias para o hospital é horrivel. No meu caso foram 6 semanas de radioterapia, em que a partir das 16h não podia ter qualquer outro compromisso. E como não sabia se em determinado dia as sessões estavam atrasadas ou não, tinha que deixar o jantar sempre adiantado, pois foram muitos os dias que cheguei a casa por volta das 20h (trânsito….).

Radioterapia cuidados

Além de que, para evitar que a radioterapia queime a pele tinha que colocar constantemente o creme. Pelo menos 3 vezes por dia e por um período mínimo de 30 minutos.

Como fiz durante o inverno tive que me socorrer de um aquecedor pequeno o que levou a que a conta da eletricidade aumentasse significativamente. Sem esquecer de realizar os exercicios ao braço operado para não condicionar tão negativamente. E a chatice do banho, e das roupas viradas do avesso…

Artigo: Radioterapia cuidados

Radioterapia e depressão

Não queria acreditar, mas tive que aceitar que estava a passar por um estado depressivo. Atividades que gostava de fazer não conseguia ter gozo. Não ter vontade para nada. Muito dificil lidar com os pensamentos, em que o teor destes não era nada agradavel. Querer estar sozinha. Sentir não conseguir ser uma boa companhia…

Por todas estas razões considero a radioterapia como um enorme desafio psicologico para o doente oncologico. Pondo isto, e apesar de muitas pessoas terem me dito que a radioterapia é melhor que a quimioterapia, para mim, a radioterapia foi pior.

20. A radioterapia ocorreu na máquina nova do Hospital São João?

Tinha sido operada à mama há dias quando vejo na comunicação social uma notícia sobre o facto do hospital São João ter uma máquina de radioterapia nova parada. Mas que brevemente estaria tudo tratado (ver aqui). 

Contudo, e apesar de ter esperado 2 meses pelo inicio da radioterapia. E de ter feito este tratamento durante 6 semanas, não realizei estas sessões na nova máquina.

Este era um dos motivos pelos quais ocorriam tantos atrasos, e com tanta frequência. 

Infelizmente, a burocracia pode condicionar algo as condições dos tratamentos e assim a saúde. Esperemos que aos poucos sejam feitas as devidas mudanças.

conclusão | questões sobre radioterapia

  • é normal termos questões antes da realização de cada tratamento oncológico
  • tem mais alguma dúvida, se sim, escreva-me um email ou coloque nos comentários
Posted in cancro da mama, radioterapia

4 Comments

  1. Fátima

    Vim ter a este blog pois vou iniciar radioterapia e apesar de me terem dado algumas indicaçoes foram surgindo várias dúvidas que falas aqui. Como por exemplo se é algo rápido, ou tal como a quimioterapia atrasa-se imenso e nunca sabemos a que horas vamos sair de lá.
    E obrigada pela partilha de fotos.

    • maisumahistoria

      Olá Fátima,
      De facto a radioterapia é muito mais rapida que a quimio. E alguns dias chegamos lá e somos logo atendidas.
      Porém, existiram dias que atrasou-se imenso. E penso ser importante sabermos até para conseguirmos gerir a nossa vida pessoal (por exemplo ir buscar crianças à escola ou outros compromissos).
      Tudo de bom para esta etapa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.